Hipoglicemia severa: Você tem medo dela?

A sensação de quem está à sua volta num episódio destes (pais, irmãos, amigos, familiares…) é de PÂNICO e MEDO.

Não é à toa, uma vez que para nós diabéticos entrarmos em um coma hipoglicêmico basta apenas ficarmos algumas horas sem nos alimentarmos direito ou então fazermos algum esforço físico exagerado, ou ainda irmos deitar sem medirmos a glicemia antes…

Como diabética, já tive várias experiências com hipoglicemias… Algumas até engraçadas, como certa vez em que estava em uma roda de música entre familiares, e enquanto eu cantava e tocava violão o pessoal começou a perceber que algo estava errado, pois eu comecei a misturar as músicas, a trocar as letras, e ria de mim mesma, arrancando gargalhadas de todos! Parecia até que eu havia bebido! Aí minha mãe, como sempre, já correu para pegar o açúcar para me dar, e logo em seguida já fiquei melhor.

Mas em outras vezes que tive hipoglicemia dormindo foi bem assustador. Tanto para minha família, que me socorreu, pois eles nunca haviam me visto em coma, naquele estado, desacordada, totalmente pálida e gelada, com os olhos abertos e os dentes bem cerrados, parecendo morta, como para mim, que sofri a hipoglicemia.

Mas, como meu médico sempre recomendou a meus pais nas consultas que se um dia me encontrassem desta forma, era para imediatamente medir a minha glicemia e administrar açúcar, pois quanto mais tempo ficamos com a taxa de glicose abaixo do normal, podemos ter seqüelas irreversíveis devido à falta de oxigenação cerebral, eles nem pensaram duas vezes, e já foram colocando água com açúcar em minha boca.

O pior de tudo foram as convulsões enquanto eu voltava a ter consciência, e, sem poder sequer me mexer, tentava falar mas não tinha forças nem para mexer a boca. Comecei a sentir meu corpo completamente amortecido e me desesperei, entrei em pânico e comecei a gritar e a chorar ao ver o desespero de quem estava ali ao meu redor e eu totalmente imóvel, sem poder fazer nada… Mas, pelo menos isto me serviu como lição, para nunca mais ir dormir sem antes medir a glicemia!

Depois disto, aprendi que não devemos ter medo! O segredo é o Monitoramento da glicemia. Devemos estar atentos aos sintomas de hipoglicemia e checar a glicemia constantemente, mas principalmente antes de praticarmos atividades físicas que exigem esforço, antes de dirigirmos (para evitarmos acidentes ocasionados por hipoglicemias) e antes de nos deitarmos (para não corrermos o risco de termos uma hipoglicemia enquanto dormimos).

Devemos nos alimentar adequadamente, sempre respeitando os horários (de preferência a cada 3 horas), os cálculos e as recomendações quanto à dosagem de insulina pré-estabelecidas pelo médico.

É muito importante também deixarmos as pessoas que convivemos avisadas sobre a possível ocorrência de hipoglicemias, e treiná-las para que possam prestar o devido socorro em caso de hipo ou hiperglicemia. Deve-se instruí-los a sempre observar os sintomas:

diferenca-entre-hipo-e-hiper

Papais, mamães, familiares, amigos: FIQUEM TRANQUILOS! Com estes cuidados é possível eliminamos ao máximo a ocorrência destes episódios de hipoglicemia severa. O maior segredo para termos uma convivência tranquila com o nosso diabetes é o autoconhecimento.

Ao longo dos anos acabamos adquirindo mais e mais experiência e nos tornamos cada vez mais independentes e capazes de lidar com as mazelas do diabetes. E lembrem-se: Diabético, sim. Mas com muita saúde!

 

Fontes: http://www.diabetes.org.br/perguntas-e-respostas/121-hipoglicemia

 

4 Comentários


  1. MUITO OBRIGADA PELA POSTAGEM!!!!!
    É EXATAMENTE ISSO TUDO QUE SENTIMOS E QUE ACONTECEU COM A MINHA FILHA, LETÍCIA DE 11 ANOS.FICAMOS MUITO ASSUSTADOS NA HORA DA CONVULSÃO.ELA TEVE DOIS EPISÓDIOS EM UMA MÊS! E AGORA COM AS CANETAS ESTÁ MAIS CONTROLADA. MAS A SENSAÇÃO É ESSA MESMA, ADOREI A DEFINIÇÃO…FALTA ESSA TEORIA COM VERDADE ROLAR PELA INTERNET PARA AS MÃES DE UM DIABÉTICO!!! AS LITERATURAS SÃO MUITO EXTENSAS E NOS PERDEMOS COM TANTA LEITURA. FATOS PONTUAIS E REAIS TEM QUE SER DIVULGADOS. OBRIGADA PELO BLOG, AGORA É NOSSO GUIA . BJS E PARABÉNS!!!LU E LÊ.FLORIPA.

    Responder

  2. Que legal seu post Bianca, é difícil para quem nos cerca nos ver numa situação dessas mesmo..bom que compartilhasse que isto já aconteceu contigo. Muitas pessoas acham que isso nunca vai acontecer, quem dera se fosse verdade né..
    mas nada como um aprendizado a mais na vida..

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.