Como o stress do dia-a-dia interfere na contagem de carboidratos

Até hoje nunca inventaram um método mais eficaz para o controle do diabetes do que a Contagem de Carboidratos. Falo isso com segurança porque, nesses longos anos de convivência com o diabetes já passei por vários médicos que me receitavam esquemas de tratamento diferentes, e nenhum deles era tão seguro e eficaz como este, já que eram imprecisos, e sempre acabavam resultando em hipo ou hiperglicemias indesejáveis.

E mesmo a contagem de carboidratos pode ser imprevisível e nos pregar algumas peças de vez em quando, já que o nosso organismo é que acaba sendo às vezes um tanto quanto “temperamental”. Digo isso por que muitas vezes, mesmo calculando corretamente as unidades de insulina para a minha correção e para a ingesta de carboidratos, ainda tenho hipos horríveis pela manhã e hipers que insistem em “dar o ar da graça” no fim da tarde.

Não é fácil esse relacionamento com a diabetes. Às vezes ela nos tira do sério e nos deixa de mau humor. Me pego às vezes dizendo: “Não brinco mais desse negócio”… Kkkkk!

Um dos fatores que fazem desestabilizar o controle de quem utiliza o método da contagem pode ser o stress causado pelo ritmo de trabalho acelerado, pois em meio ao “caos” o nosso metabolismo fica completamente bagunçado, às vezes até mais lento, causando as temíveis hiperglicemias no final da tarde, como é o meu caso. Quando o meu organismo deveria absorver a glicose dos alimentos em duas horas, ele às vezes leva 4. Por isso a minha dificuldade em manter a glicemia estável no final do dia. Aí, quando vou dormir, a glicemia está um pouco alterada, e vou lá e faço a correção tomando o cuidado ainda de tomar um pouco menos insulina por conta de ir dormir e passar mais horas sem me alimentar, e mesmo assim ainda acordo com hipoglicemia.

Mas aí tem dias em que o meu organismo acorda “coisa máxx querida”, respondendo super bem à contagem, como sempre deveria de ser. Nesses dias ele merece até ganhar estrelinha! Kkk… Com a graça de Deus esses dias ainda são a maioria, então está tudo certo! E geralmente o meu organismo responde muito bem à contagem quando eu não estou estressada. Funciona que é uma beleza… Então, cheguei à conclusão de que devo sim manter este método e que devo me manter “zen” para não bagunçar todo o meu controle! Portanto, meus queridos leitores, lembrem-se sempre: quando o organismo de vocês não responder adequadamente à contagem de carboidratos, o jeito é ligar o “ommmm…” que fica tudo certo kkkkk…

Um grande abraço a todos vocês, e uma Feliz Páscoa! E juízo para não bagunçar o controle por conta dos chocolates, hein! Kkkkk

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.